enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poderá ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opção 2
    Opção 3
    Opção 4

31/05/2019 11:27h - Atualizado em 31/05/2019 11:29h

Professoras de primeira infância da rede municipal deverão receber piso em setembro

Por Correio do Vale do Rio Grande

Depois que o site Correio do Vale do Rio Grande (correiodovaledoriogrande.com.br) disse em reportagem que as professoras de primeira infância tinham data marcada para parar suas atividades, protestando pelo não pagamento do piso salarial  a que tem direito (R$1.918,00 por 30 horas semanais trabalhadas), a secretária de educação convocou o SEMPRE, professoras de primeira infância, representantes de todos os CEMEIS para tratar do assunto no gabinete do prefeito.

Pelo acordado elas iriam parar em três de junho. Depois da reunião a situação mudou de figura e a paralisação não acontecerá em três de junho. Mesmo assim a discussão se estenderá até pelo menos setembro. Acontece que a fala do prefeito não ficou clara se em setembro começa pagar o piso ou se é neste mês que o projeto vai para a Câmara. As professoras querem receber em setembro, porque avaliam que já esperaram demais, já que há mais de um ano negociam com a administração.

Em comunicado às professoras de primeira infância,, através de áudio, Nelza Ifigência, esclarece que conversou com Zineti Guimarães, secretária de educação e o que ficou definido é que o pagamento será feito a partir de setembro.

Para isto o executivo precisa mandar o projeto de lei autorizando o pagamento ainda no mês de junho. A tramitação na Câmara pode durar até 60 dias.  Mas pode ser abreviada havendo consenso entre eles. Esta é uma matéria de baixa possibilidade de polêmica, já que trata de  garantir o pagamento de um piso que é previsto na legislação federal. “Num projeto dessa importância nenhum vereador vai se opor em votar um projeto desse numa extraordinária”, avalia Nelza.

Para ela, sindicato e professoras de primeira infância devem pedir o apoio dos vereadores. “O prefeito vai mandar o projeto e ai preciso que ele seja votado”, destaca a dirigente sindical. “Mais uma conquista de vocês”, acredita.

Para oficializar o acordo feito entre as partes, a presidente do SEMPFE informa que vai protocolar no dia de hoje (31/05/2019) documento em que o Sindicato registra que as professoras de primeira infância aceitam o acordo proposto pela administração, com o pagamento do piso se iniciando em setembro próximo, como aprovado por elas, explica Nelza Ifigência.

Ela assume  ainda que no final da tarde de hoje colocar no grupo de whatsapp das professoras dos CEMEIS o documento protocolado.

Em razão da  elaboração do documento e da aceitação de seu conteúdo a  paralisação de três de junho está suspensa

Participaram da reunião a Zinete Guinarâes, secretária de Educação, Nelza Ifigênia, presidente do SEMPRE, Dr Paulo Fonseca, advogado do sindicato, Clever Nascimento, secretário da Fazenda e mais duas representantes das professoras de primeira infância de cada CEMEI