enquete

  • Aqui vem o tema da enquete que poder ser alterado acessando o Painel de Controle do Portal.
  • Opo 2
    Opo 3
    Opo 4

19/01/2013 11:23h - Atualizado em 19/01/2013 11:30h

AO CONTRA A DENGUE COMEA EM PASSOS

Por www.noticiasdosudoeste.com.br

O Núcleo de Controle de Zoonoses (NCZ), da Secretaria Muncipal de Saúde, inicia hoje (18/1), um trabalho de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue. A operação tem como base os resultados de pesquisa do Lira (Levantamento de Índice Rápido). A pesquisa de infestação do mosquito da dengue realizada em Passos no mês de janeiro nos dias 14, 15, 16 e 17 resultou num índice de infestação de 2,7% nas residências e outros imóveis da cidade.
Para realizar o levantamento, o NCZ pesquisou mais de 2.000 imóveis no município e utilizou 50 agentes e oito supervisores nas visitas, identificando diversos tipos de criatório. Os principais criadouros do mosquito continuam sendo depósitos simples de fácil manejo. A cultura do uso de veneno e a falta de cuidados em nossas próprias casas, também explicam os focos na cidade. Prova disso, é o fato de que a maioria dos focos é encontrada em quintais, piscinas, pratos de vasos de plantas, bebedouros de animais, ralos e calhas, como mostra o resultados da pesquisa. Os focos do mosquito da dengue só serão extintos com a mudança de hábitos e cuidados da população.

Devido às chuvas constantes nessa época do ano, a população deve redobrar os cuidados de prevenção contra o inseto. Surgindo os sintomas da doença, deve-se procurar uma unidade de saúde. Qualquer dúvida, denúncia ou sugestão pode ser feita ou encaminhada ao Núcleo (telefone 3522-4249).

Para combater e controlar a dengue, o NCZ montou um pequeno guia de como agir em cada situação. Confira abaixo:

1 - Vasos de planta – Lave e vire o lado do pratinho (de boca para baixo). Se possível elimine-os.

2 – Tambores, barris ou tonéis – Mantenha-os vedados e em lugares fechados. E fique atento     para não deixar acumular água em cima da vedação.

3 - Calhas, lajes e ralos - Remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água na calhas. Faça teste para verificar se a mesma encontra-se obstruída, utilizando por exemplo um bastão ou cabo de vassoura nos orifícios. Não deixe a água da chuva acumulada sobre a laje. Verifique se há entupimento nos orifícios. Coloque sempre uma colher de água sanitária nesses locais passíveis de reterem água.

4 –Lixos – Jogue lixo no lixo. Não acumule em sua casa. Não jogue lixo em terrenos baldios. Feche bem o saco de lixo e mantenha em local protegido até recolhimento pelo serviço de limpeza.

5 – Caixa d’água – Cuide para que sua caixa d’água esteja totalmente vedada.

6 – Pneus - Entregue os pneus velhos ao ECO PONTO, ou guarde-os sem água em local coberto e protegidos da chuva.

7 - Depósitos naturais – Plantas como bromélias são muito utilizadas no nosso município. Essas plantas acumulam água e consequentemente servem para o mosquito da dengue se proliferar. Cuide então para que a planta não retenha água, cortando as folhas horizontais ou troque de planta. Depressões de terreno também são possíveis poças de água parada.